ONDE ESTOU | Padre zezinho | Nao tinha nada para oferecer


Nao tinha nada para oferecer

Padre zezinho


   E                    B     E                            A     B7
1. Não tinha nada para oferecer,/ não tinha nada que eu pudesse pôr no Teu altar.
        E           B7               E                        A                       B7
Eu só pensava nos pecados que eu já fiz./ Eu só pensava nos irmãos aos quais não fiz feliz.
A                       E
Então, eu me lembrei, então, eu me lembrei:
E                                            E7       A                 E          B7    E
Mais do que ouro, mais que prata,/ mais que qualquer dom. / O que tu queres é meu coração. 2x

2. De mãos abertas e em procissão. 
Eu te ofereço o fruto do trabalho dos irmãos 
eis minhas mãos, eu sou trabalhador! 
Trago nas mãos estes sinais, sinal do meu amor. 
Enquanto eu trabalhei, foi isso que eu pensei